quarta-feira, 12 de maio de 2010


Quero acordar em teus braços sentindo o teu corpo nú a envolver o meu em movimentos sincronizados corpo e membro, membro e corpo.

Senti o calor da sua respiração pelo meu corpo nú e sedento de prazer, respiração ofegante, cada vez mais acelerada a cada toque que você me dava, lábios sedentos dos teus beijos, sentia-me como uma flor a desabrochar para você.

Mãos deslizantes que corriam pelo corpo sedento procurando seu verdadeiro lugar, olhos fechados como se estivesse em um sono profundo em um sonho eterno, o que mais queria era te sentir mais um pouco.

Me entregar como uma pequena preza em frente ao seu caçador feroz, altivo, compulsivo, superior e foi o que fiz me entreguei sem medo ardendo em desejo, sentir os teus lábios em meu dorso me fez perder todas as forças.

Me invada...

Era o que queria gritar mais estava tão sedenta de mais um pouco do tezão que explodia de você como um leão feroz me dominou sem abrir a guarda, por um instante tentei reagir mais meu corpo não reagia queria sentir seus lábios tocando a minha flor e sugando todo mel que nela havia, me tirando gemidos extenso e descontrolados .

Deslizava minhas mãos pela extensão das suas costas trilhando caminhos avermelhados que gotejavam sangue e prazer, queria te sentir mais fundo a cada instantee você também sentia isso, em um movimento inesperado joguei-me sobre o teu corpo nú, beijando toda extensão do seu corpo até chegar na fonte de desjo que queimava como brasas.

O beijei de uma forma descontrolada, sugando para a parte de dentro dos meus lábios, tirando gemidos e susurros de prazer de sua boca, sentir o sabor mais doce em meus lábios que jamais pude provar, queria mais, não consiguia para de parar era viciante, sentir pulsar em minhas mãos que chegava a se igualar a velocidade da minha respiração que me deixava mais louca de desejo.

Um comentário: